Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Gerardo Mosquera

Gerardo Mosquera

Gerardo Mosquera

 

Nascido em Havana, Cuba, em 1945, Gerardo Mosquera é curador do New Museum of Contemporary Art de Nova Iorque desde 1995. Formou-se em História da Arte pela Universidade de Havana e, de 1975 a 1985, dirigiu vários departamentos do Conselho Nacional de Cultura de Cuba, sob a égide do Ministério de Cultura.

Entre 1985 e 1990, foi diretor do Centro de Pesquisas Wifredo Lam, instituição responsável pela organização da Bienal de Havana. Publicou "Beyond the Fantastic, Contemporary Art Criticism from Latin America" e colabora com vários jornais sobre arte em todo o mundo, inclusive para a Casa de las Américas, Art Journal, Third Text, Poliéster Kunstforum e Art Nexus.

Mosquera foi o curador da exposição "Important and Exportant" na Segunda Bienal de Johanesburgo, 1997/1998 e da "Panorama 2003", no MAM, São Paulo.
 
Ele é também membro do conselho editorial de várias publicações de arte. Mosquera co-fundou a Bienal de Havana em 1984 e fez a curadoria de muitas exibições internacionais, entre elas Border Jam, Montevideo, 2007; Transpacific, Santiago, 2007; Liverpool Biennial International, 2006 (com Manray Hsu); Cordially Invited (com Maria Hlavajova), Utrecht, 2004; Panorama da Arte Brasileira, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Vigo, 2003; MultipleCity (com Adrienne Samos), Panama, 2003; Perverting Minimalism, Madrid, 2000; Cildo Meireles (com Dan Cameron), Nova Iorque, 1999. Escreveu diversos textos sobre arte contemporânea e teoria da arte em revistas como Third Text, Kunstforum e Art Nexus. Entre seus livros estão a publicação Beyond the Fantastic (1995), uma antologia de crítica de arte latino-americana, Over Here: International Perspectives on Art and Culture (2005), co-editado com Jean Fisher, e Copiar el Edén. Arte reciente en Chile (2007).

----------------------------------------------

Nació en 1945 en La Habana. Licenciado en Historia del Arte, Universidad de La Habana. Entre 1975 y 1985 jefe de varios departamentos del Consejo Nacional de Cultura y del Ministerio de Cultura, respectivamente. Entre 1985 - 1990, jefe del Departamento de Investigación del Centro Wifredo Lam, institución organizadora de la Bienal de La Habana. Iniciador, coordinador y participante de simposios internacionales en América, Europa y África. Desde 1980, miembro de jurado de exposiciones y eventos internacionales. Ha publicado numerosos libros y ensayos. Es el editor, por ejemplo, de »Beyond the Fantastic, Contemporary Art Criticism from Latin America«. Curator de la exposición »Important and Exportant« en la 2ª Bienal de Johannesburgo, 1997/1998. Actualmente, curador del New Museum of Contemporary Art en Nueva York.
registrado em: