Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Lucia Santaella

Lucia Santaella

Escritora, crítica e professora da PUC-SP

 

Lucia Santaella é professora titular da PUCSP com doutoramento em Teoria Literária na PUCSP em 1973 e Livre-Docência em Ciências da Comunicação na ECA/USP em 1993. É Diretora do CIMID, Centro de Investigação em Mídias Digitais, da PUCSP e Coordenadora do Centro de Estudos Peirceanos (Grupo de pesquisa cadastrado no CNPq). É presidente honorária da Federação Latino-Americana de Semiótica e Vice Presidente da Associación Mundial de Semiótica Massmediática y Comunicación Global, México, desde 2004. É membro correspondente brasileiro da Academia Argentina de Belas Artes, eleita em 2002. É também um dos membros do Advisory Board do Peirce Edition Project em Indianapolis, USA. É ainda membro associado do Interdisziplinäre Arbeitsgruppe für Kulturforschung (Centro de Pesquisa Interdisciplinar em Cultura), Universidade de Kassel.

 

Coordenou o lado brasileiro do projeto de pesquisa Probral (Brasil-Alemanha/Capes-DAAD, 2000-2003) sobre relações entre palavra e imagem nas mídias. Coordenou ainda três outros projetos de pesquisa coletiva de grande porte: “Imagens Técnicas: do mundo industrial-mecânico ao eletrônico-pós-industrial”, convênio PUC/SP-FINEP, 1989-1991; o projeto de pesquisa temático sobre “O Advento de Novas Tecnologias e Novas Gramáticas da Sonoridade”, financiado pela FAPESP, de 1992 a 1995; o projeto coletivo, modalidade multiusuários, “Produção e Difusão da Pesquisa Científica na Era Digital”, financiado pela FAPESP, 1999-2002.

 

De 1987 a 1995, coordenou o programa de pós-graduação, mestrado e doutorado, em Comunicação e Semiótica da PUCSP. De 1995 até 1999, coordenou o doutorado e pós-doutorado desse mesmo programa.

 

No primeiro semestre de 1987, foi professora convidada pelo DAAD na Universidade Livre de Berlin, desenvolvendo pesquisa sobre Cultura e Meios de Comunicação. Foi pesquisadora associada no Research Center for Language and Semiotic Studies (Centro de Pesquisa em Estudos Semióticos e de Linguagem), em Bloomington, Universidade de Indiana, onde fez inúmeros estágios de pesquisa de pós-doutoramento, em 1988, 1992, 1993 e 1994. Desde 1996, tem feito repetidos estágios em Kassel, Berlin e Dagstuhl, Alemanha, sob os auspícios do DAAD/Fapesp, onde tem ministrado palestras e desenvolvido projetos de pesquisa. Em 2004, foi professora e pesquisadora convidada na Universidade de Valencia. No total, realizou 12 estágios de pós-doutorado no Exterior e já obteve 8 bolsas de produtividade em pesquisa do CNPq, no qual é pesquisadora nível IA.

 

De 1982 a 1990, exerceu o cargo de presidente da Associação Brasileira de Semiótica. Em 1991-93, foi secretária da Associação Nacional de programas de pós-graduação em Comunicação. Desde 1988, é membro do Conselho Diretor do Instituto Internacional de Semiótica com sede na Finlândia. Em 1989, foi eleita Vice-Presidente da Associação Internacional de Semiótica, tendo sido re-eleita para o cargo em 1994, exercendo-o até 1999. Em 1993, foi eleita membro do Conselho Executivo da Federação Latino Americana de Estética com sede na Argentina. Em 1996, foi eleita vice-presidente da Federação Latino-americana de Semiótica. De 1999 a 2002, foi Presidente da Federação Latino-Americana de Semiótica.

 

Cento e quarenta e oito mestres e doutores defenderam suas dissertações e teses sob sua orientação, de 1978 até o presente. Participou como palestrante em 45 congressos no Exterior e 196 congressos e similares no Brasil, num total de 241 participações. Foi membro dos grupos idealizadores e realizadores dos projetos de implantação dos cursos de graduação em Jornalismo, do curso de Publicidade e do curso multidisciplinar em Tecnologia e Mídias Digitais da PUC-SP.      

 

Tem 28 livros publicados, dentre os quais 4 são em co-autoria e dois de estudos críticos. Entre esses livros, destacam-se:

- Produção de Linguagem e Ideologia (1980, Cortez, 3a. ed. 2000);

- Arte e Cultura, equívocos do elitismo (1982, Cortez, 3a. ed. 1995);

- O que é Semiótica (1983, Brasiliense, 12a. ed. 1994, seguida de numerosas reimpressões);

- Convergências: Poesia Concreta e Tropicalismo (1986, Nobel);

- A Assinatura das Coisas, Peirce e a Literatura (1992, 1a. reimpressão 1999, Imago);

- Cultura das Mídias (1992, Experimento, 4a. ed. 2003);

- A Percepção. Uma Teoria Semiótica (1993, Experimento, 2a. ed. 1998);

- Estética. De Platão a Peirce (1994, Experimento, 2a. ed. 2000);

- Semiose e Autogeração. A Teoria Geral dos Signos (1995, Ática, 3a. ed. 2004, Thomson);

- Miniaturas (1986, Hacker);

- Imagem. Cognição, Semiótica, Mídia (em coautoria com Winfried Nöth, 1998, Iluminuras, 4a. ed. 2005)

- Semiótica. Bibliografia Comentada (1999, Experimento, em coautoria com Winfried Nöth);

- Comunicação e Pesquisa (2001, Hacker, 2a. ed. 2002);

- Matrizes da Linguagem e Pensamento: sonora, visual, verbal (2001, Fapesp/Iluminuras), Prêmio Jabuti 2002.

- Semiótica aplicada (2002, Thompson, 2a. ed. 2004)

- Culturas e artes do pós-humano. Da cultura das mídias à cibercultura (2003, Paulus, 2a. ed. 2004).

- Corpo e comunicação. Sintoma da cultura (2004, Paulus).

- Comunicação e semiótica (em coautoria com Winfried Nöth, 2004, Hacker).

- O Método Anticartesiano de C. S. Peirce (2004: Unesp/Fapesp)

- Navegar no ciberespaço. O perfil cognitivo do leitor imersivo (2004, Paulus).

- Por que as comunicações e as artes estão convergindo? (2005, Paulus).

            Organizou também a edição de 7 livros, além de ter mais de 200 artigos publicados em periódicos científicos no Brasil e no Exterior.

registrado em: