Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Martin Grossmann

Martin Grossmann

 

Diretor do  Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo IEA-USP de março de 2012 a fevereiro de 2016 [vide projeto de gestão]. Nessa função foi um dos idealizadores e co-coordenador da 1ª Intercontinental Academia , projeto desenvolvido pelo IEA-USP e pelo IAR - Instituto de Pesquisa Avançada da Universidade de Nagoya, Japão no âmbito  do UBIAS-University Based Institutes for Advanced Studies. No IEA-USP coordena academicamente a Cátedra Olavo Setúbal de Arte, Cultura e Ciência. Coordena também o Grupo de Pesquisa Fórum Permanente: Sistema Cultural entre o Público e o Privado.

De setembro a dezembro de 2016 é Visiting Fellow do Cluster of Excellence Image Knowledge Gestaltung da Humboldt Universität zu Berlin, Alemanha.

De dezembro de 2015 a julho de 2016 foi Distinguished Visiting Fellow do Instituto de Estudos Avançados da University of Birmingham.

Professor Titular da ECA - Escola de Comunicações e Artes da mesma Universidade, lotado no Departamento de Informação e Cultura (CBD-ECA desde 1993) / membro da Congregação da ECA- Escola de Comunicações e Artes. Na USP já exerceu funções como: Vice-Diretor do Museu de Arte Contemporânea MAC-USP no período de agosto de 1998 a abril de 2002; Idealizador e Coordenador do USPonline de março de 1995 a julho de 1998 (o site da USP na WWW/Internet); Coordenador de Pesquisa do Núcleo de Informática da ECA –USP de 1994-1996; Idealizador (em parceria com Luciana Brito e Mônica Nador) e Coordenador do Setor Educativo do Museu de Arte Contemporânea de 1985 a 1987; Chefe de Departamento -CBD  (2007); coordenador do Programa Giro Cultural da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da USP (2013-15) e idealizador de seu 1º roteiro externo: A USP e a São Paulo Modernista.

Foi Diretor-Geral do Centro Cultural São Paulo de 2006 a 2010, equipamento cultural da Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo.

Idealizou (em parceria com Joachim Bernauer), implementou e coordena a plataforma de mediação crítica: Fórum Permanente: Museus de Arte, entre o público e o privado.

 

    Membro fundador do Museu do (In)consequente Coletivo. (fruto de um workshop percursor no debate sobre o museu virtual ocorrido no NICA-ECA em 1996)

    Estas práticas em Gestão Cultural e Acadêmica estão apoiadas pelas pesquisas e estudos em Curadoria; Ação, Mediação e Política Cultural; Museologia; Critica, Teoria e História da Arte e da Arquitetura. As pesquisas acadêmicas desenvolvidas desde o mestrado problematizam a transição da Cultura Material para uma Cultura na virtualidade; a relação entre Arte Contemporânea, seus agentes e as Instituições; o museu imaginário e o virtual; os processos de mediação cultural e artística; bem como o desenvolvimento e manutenção de Sistemas de Informação para a Arte e a Cultura.

     

    foto source