Em evidência: Panorama Reflexivo: 11 anos de Encontro Paulista de Museus

 

Mesa redonda reúne profissionais e pesquisadores de diferentes estados brasileiros e de outros países da América do Sul para discutir o livro que revê criticamente o legado e o impacto do Encontro Paulista de Museus realizado desde 2009.

O Fórum Permanente, em parceria com o Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari) e o Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP), convidam para o lançamento internacional do livro digital Panorama Reflexivo: 11 anos de Encontro Paulista de Museus disponível em espanhol, inglês e português no site do Fórum Permanente.

A mesa de debate (em português e espanhol, sem tradução simultânea) será realizada virtualmente no dia 27 de setembro, a partir das 9h30 e transmitida ao vivo pelo canal de Youtube do Instituto de Estudos Avançados e pelo site do Fórum Permanente.

 

 

Mediado por Ana Letícia Fialho, Assessora de Museus e Acervos da Reitoria da USP e Angélica Fabbri, diretora executiva da ACAM Portinari, o debate terá como ponto central o livro e os seus mais de cinquenta textos, entre críticas e depoimentos acerca da política e do cenário cultural que alicerça e contextualiza as 11 edições do Encontro Paulista de Museus (EPM). Para compor a mesa foram convidados profissionais de diferentes países e estados da federação para que exponham suas impressões sobre a obra e como a relacionam com suas vivências, conhecimentos e experiências em suas respectivas localidades, estados e países.

 

 


CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO LIVRO


27 de setembro das 9h30 às 12h

Canal de youtube do IEA e Fórum Permanente

Mediação: Ana Letícia Fialho e Angelica Fabbri

Participantes: Renata Vieira da Motta presidente do Icom Brasil, Julia Buenaventura historiadora de arte latino americana (Colômbia), Ramón Castillo Inostroza curador, crítico e professor (Chile), Mariana von Hartenthal museóloga e historiadora da arte (Paraná) e Daniel Rangel curador do MAM da Bahia.