Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2018 / 04 / NOVO PRAZO de inscrições para o Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural

NOVO PRAZO de inscrições para o Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural

A Universidade Federal do Rio de Janeiro e o Ministério da Cultura dilatam o prazo de inscrição para III edição do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural.



Conforme publicado no BOUFRJ: Número 14 - 9 de abril de 2018 - extraordinário - 3ª parte Diário Oficial da União: Nº 68, terça-feira, 10 de abril de 2018 - seção 3, a coordenadora do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural Patricia Dorneles, informa a dilatação do prazo de inscrições para a turma de 2018. A alteração da data de inscrição altera o cronograma do Curso de Especialização, conforme abaixo:

Fiquem atentos ao novo cronograma do curso:

 




O Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural promovido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, através do Departamento de Terapia Ocupacional e pelo Ministério da Cultura por meio da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural, tem como objetivo oferecer formação em acessibilidade cultural para gestores e trabalhadores da área da cultura, com o objetivo de sensibilizar, estimular, capacitar e criar processos inclusivos de fruição estética, artística e cultural nas ações, gestões e políticas culturais para o público de pessoas com deficiência como produtores ou platéia.

O currículo do curso aborda políticas, programas e ações culturais, o campo das deficiências e suas especificidades no contexto da legislação, formação nas diferentes linguagens e tecnologias de acessibilidade cultural, bem como a experiência e aplicabilidade dos conteúdos apreendidos.  A proposta do curso é fundamentada na busca de soluções necessárias para uma cultura democrática e inclusiva e na formação de agentes multiplicadores das soluções encontradas.

A pauta da acessibilidade cultural para pessoas com deficiência tem se fortalecido nos últimos anos. A nova lei brasileira de inclusão é uma expressão das conquistas do movimento social, e fortalece as conquistas no campo dos direitos culturais.

O curso de especialização em acessibilidade cultural tem sido um instrumento de construção da política pública de cultura nacional, seja pelo seu histórico de compromisso já apresentado, bem como porque sua continuidade vem auxiliando o ministério na execução das metas 28, 29, 34, 35 e 36 do Plano Nacional de Cultura, e dos itens 2.9 - 2.9.2 e 2.9.3 do Sistema Nacional de Cultura.