Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / 07 / MAM lança programa em parceria com a residência artística Capacete para candidatos do Rio

MAM lança programa em parceria com a residência artística Capacete para candidatos do Rio

Por Nelson Gobbi para O Globo em 19/06/2020.

Residência terá 12 vagas, além de outras seis para bolsas de pesquisa; atividades presenciais devem começar em setembro

Até 1975, com a fundação da Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage, o Museu de Arte Moderna (MAM) era o eixo central da pesquisa e da formação de público no Rio. Os cursos de Ivan Serpa e John Friedlander, no final da década de 1950, lançaram as bases para o movimento modernista, e os Domingos da Criação, idealizados em 1971 pelo crítico Frederico Morais, aproximaram artsitas e público em encontros de criação coletiva. Após o incêncio do museu, em 1978, este espírito se perdeu, e, a partir de sua reconstrução, a instituição menteve o foco no acervo e nas exposições.

Ao assumir a direção executiva do MAM, em janeiro deste ano, Fabio Szwarcwald planejou ações para retomar a vocação de pesquisa e formação da instituição, como a recuperação do Bloco Escola, cujas obras foram adiadas por conta da pandemia de Covid-19. Outra iniciativa será concretizada nesta sexta-feira, com a convocatória de um programa realizado em parceria com o Capacete, a mais antiga residência artística do país, fundada em 1988, no Rio.

O programa de residência será voltado a 12 artistas fluminenses e cariocas, e terá início em encontros virtuais a partir de agosto. Também serão contemplados seis artistas para um programa de pesquisa. Todas as atividades presenciais estão previstas para setembro (dependendo da evolução da pandemia) e todos os artistas selecionados contarão bolsas mensais de acordo com os programas: R$ 750 (modo virtual) e R$ 1 mil (modo presencial) para as residências; e R$ 1,5 mil para as vagas de pesquisa. As inscrições vão até 10 de julho, e a duração estimada é de cinco meses. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail: programa.capacete@mam.rio.

— Acompanho o Capacete há muito tempo, fui conselheiro lá por três anos. Eles já trouxeram mais de 450 artistas de todo o mundo, têm a experiência necessária para desenvolver este projeto dentro do museu, além da relação construída com muitas instituições internacionais — ressalta Szwarcwald, que esteve à frente da EAV de 2017 a 2019. — A pesquisa está no DNA do MAM, o projeto do Reidy começa com o Bloco Escola. Queremos voltar a ter essa visão, de que o papel do museu vai além das exposições.

Fundador do Capacete, Helmut Batista acredita que a residência e os eventos promovidos durante a sua duração vão promover maior integração entre o museu, o meio artístico e o público.

— O foco do Capacete está na pesquisa, não há a exigência da produção de uma obra ao final da residência. São debates mais ligados à produção contemporânea, que envolvem novas mídias, não só os processos tradicionais, como a pintura, a escultura — observa Batista. — Na nossa visão, todo artista é um pesquisador, assim como um curador, um crítico, também é um artista. A obra de arte não existe mais sozinha, essa interdisciplinaridade é essencial.

Para Camilla Rocha Campos, diretora-artística do Capacete e coordenadora dos programas, questões levantadas pela pandemia e a quarentena estarão nos debates promovidos junto aos residentes e pesquisadores. A parceria com o MAM vão possibilitar à residência oferecer mais vagas a artistas locais, já que tradicionalmente o Capacete recebe mais profissionais do exterior.

— No Brasil, é mais fácil conseguir financiar projetos com foco na produção, ao passo que a pesquisa tem mais apoio em instituições internacionais. A parceria com um grande museu daqui nos dá a possibilidade de trazer mais artistas locais — comenta Camilla. — O recorte dessa primeira edição para artistas do Estado do Rio vai oferecer melhores condições aos selecionados, para que a situação econômica não seja um impedimento. O meio das artes tem realidades muito distintas, e este apoio é fundamental, principalmente para quem está em início de carreira.

Fonte: https://oglobo.globo.com/cultura/artes-visuais/mam-lanca-programa-em-parceria-com-residencia-artistica-capacete-para-candidatos-do-rio-24487388