Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Néstor Garcia Canclini

Néstor Garcia Canclini

Néstor Garcia Canclini (Argentina, 1939) é antropólogo cultural, tendo sido o primeiro nome internacional a assumir a Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, mantida em parceria com o Instituto Itaú Cultural. Seu projeto de pesquisa na cátedra é intitulado A Institucionalidade da Cultura no Contexto Atual de Mudanças Socioculturais, e trata da "desinstitucionalização" da cultura.

Canclini é Professor da Universidade Autônoma Metropolitana da Cidade do México, possui doutorado em Filosofia pela Universidade de La Plata, da Argentina, e pela Universidade de Paris Nanterre, na França. Lecionou na USP e em universidades dos Estados Unidos, Espanha e Argentina.

Em 2014, recebeu o Prêmio Nacional de Ciências e Artes do México. Entre suas principais obras está Culturas Híbridas: Estrategias para Entrar y Salir de la Modernidad (1990), tendo recebido menção honrosa do Prêmio Iberoamericano Book Award da Latin American Studies Association, em 1992.

*                      *                      *

 

Néstor Garcia Canclini (Argentina, 1939) is a cultural anthropologist and the first international name to hold the Olavo Setubal Chair in Art, Culture and Science at the Institute for Advanced Studies (IEA) at USP, maintained in partnership with the Itaú Cultural Institute. His research project is entitled The Institutionality of Culture in the Current Context of Sociocultural Changes, and it approaches the "de-institutionalization" of culture.

Canclini is a Professor at the Autonomous Metropolitan University of Mexico City and holds a doctorate in Philosophy from the University of La Plata, Argentina, and the University of Paris Nanterre, France. He has taught at USP and universities in the United States, Spain, and Argentina.

In 2014, he received Mexico's National Prize for Sciences and Arts. Among his major works is Culturas Híbridas: Estrategias para Entrar y Salir de la Modernidad (1990), which has been awarded honors in the Iberoamerican Book Award from the Latin American Studies Association in 1992.