Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Jochen Volz

Jochen Volz

Jochen Volz (Braunschweig/Alemanha, 1971) Diretor Geral da Pinacoteca de São Paulo à partir de maio de 2017.

Diretor de Programação da Serpentine Gallerie em Londres (2012 a 2015),  Diretor Artístico do Instituto Inhotim, Minas Gerais (2005 a 2012) e curador do Portikus, em Frankfurt, Alemanha (2001 a 2004).

Em mostras internacionais foi Curador-Chefe da 32ª Bienal de São Paulo (2016), co-curador da 53ª Bienal de Veneza (2009) e da 1ª Aichi Triennial, em Nagoya, Japão (2010), bem como co-curador convidado da 27.ª Bienal de São Paulo (2006), capitaneada por Lisette Lagnado.

Estudou História da Arte na Universidade Ludwig-Maximilian, em Munique, e na Humboldt Universität, em Berlim. Em 1999, ganhou o título de mestre com a dissertação The Portrait in Contemporary Art: Elizabeth Peyton, Wolfgang Tillmans, Marlene Dumas, Thomas Ruff.

Como curador do Portikus Frankfurt am Main, trabalhou com  artistas de ponta na reflexão contemporânea, como Michael Elmgreen & Ingar Dragset, Rirkrit Tiravanija, Dominique Gonzalez-Foerster, Philippe Parreno, Simon Starling, Louise Lawler e Cildo Meireles.

Coordenou e produziu o evento Gasthof 2002, que reuniu cerca de 350 estudantes de arte em mesas-redondas e performances sobre os temas: arte & hospitalidade & comida. Foi editor de uma serie de livros e colabora para revistas internacionais e publicações especializadas.

Stéphane Huchet, Jochen Volz e Ricardo Basbaum

27a Bienal Internacional de São Paulo (2006)

registrado em: