Você está aqui: Página Inicial / Pessoas / Marco Garaude Giannotti

Marco Garaude Giannotti

(Pintor e professor do Departamento de Artes Plásticas da USP - Brasil)

São Paulo, 1966.

Formação:

1988 - Bacharel em Ciências Sociais na USP.

1993 - Mestre em Filosofia na USP sob a orientação do Prof. Dr. Bento Prado Jr.

198 - Doutor em Artes Plásticas na Escola de Comunicação e Artes da USP. sob a  orientação da  Prof. Dra. Maria do Carmo Gross  Nietsche.

Evolução da carreira docente:

1998 - Professor do departamento de artes plásticas da USP em regime de RDP

1999 - Professor Doutor do Departamento de artes plásticas da USP em regime de RDIDP

2006 - Professor Associado do Departamento de artes plásticas da USP.

Produção Científica:

1993 - Tese de mestrado apresentada ao Departamento de Filosofia da USP intitulada Doutrina das  Cores.

1998 - Tese de Doutorado apresentada ao Departamento de Artes Plásticas das USP intitulada Desvio para a Pintura.

2005 Tese de Livre docência Departamento de Artes Plásticas da USP intitulada À sombra da Imagem.

Exposições Individuais

1988 - Galeria Paulo Figueiredo, São Paulo.

FUNARTE, Rio de Janeiro.

1990 - Passárgada Arte Contemporânea, Recife.

Os sete dias da Criação, I.C.I.,  Buenos Aires.

1991 - Galeria Paulo Figueiredo, São Paulo

Fundação Cultural de Curitiba.

1993 - Fachadas, MASP, São Paulo.      

1994 - Fachadas, Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre.

1995 - Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro

Galeria Camargo-Vilaça, São Paulo.

1996 - Cárcere, Paço Imperial, Rio de Janeiro

Cárcere, Marina Potrich galeria, Goiânia.

1997 - Cromos, Galeria São Paulo.

1998 - Circuitos, Paço das Artes, São Paulo.

Circuitos, Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro.

1999 - Pinturas, Galeria São Paulo.

2000 - Relevos, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo.

2001 - Pinturas, Galeria São Paulo.

2003 - Nenhuma distância, nenhum Infinito. Espaço Virgílio, São Paulo.

2005 - Oleodutos, Galeria Virgilio, São Paulo.

2007 - Passagens. Estação Pinacoteca, São Paulo.

Principais Exposições Coletivas

1986 - 9. Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

1987 - 2. Bienal de Cuenca, Equador.

3. Salão Paulista.

1988 - 10. Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

1989 - 10 Artistas, Rua Fortunato, São Paulo.

6 X Brasil, Galerie Raue, Bonn.

Panorama da Arte Atual Brasileira-Pintura, MAM, São Paulo.                                                               

O Pequeno Infinito e o Grande Circunscrito, Galeria ARCO, São Paulo.

11. Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro.

 Arte Contemporânea São Paulo: Perspectivas Recentes, Centro Cultural São Paulo.    

1990 - Brazil Projects 90, Municipal Art Gallery, Los Angeles / MASP.

1. Salão de Brasília.

Panorama da Arte Atual Brasileira-Desenho, MAM, São Paulo.

1991 - Arte Contemporânea Brasileira, Liljevalchs Konsthall, Estocolmo.

BR/80 Itaú galeria, São Paulo

1992 - Arte Brasileira: A nova geração. - Fundación Museo de Bellas Artes, Caracas.

Programa de Exposição Arte Contemporânea. Centro Cultural São Paulo.

13 Artistas Paulistas. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

1993 - Panorama de Pintura. MAM, São Paulo.

1994 - Arte-Cidade: Cidade sem Janelas. Matadouro da Vila Mariana. São Paulo.                                   

4. Bienal de Cuenca. Equador.

1996 - Des-ex-plognição, exposição conjunta com Haroldo de Campos.

Casa das Rosas. São Paulo

Doação Paulo Figueiredo. MAM, São Paulo.

1997 - Artista convidado para o programa de exposições do Centro Cultural São Paulo.

1998 - Terra e mar à vista. Instituto Itaú cultural, São Paulo.

Remetente. Espaço Ulbra,  Porto Alegre.

City Canibal, Paço das Artes, São Paulo.

Quase nada. Nassauicher Kunstverein Wiesbaden, Alemanha.

1999 - Galeria Casa da Imagem, Curitiba.                          

II Bienal do Mercosul , Porto Alegre.    

2000 - Os anjos estão de volta, Pinacoteca de São Paulo.                                                      .

2001 - III Bienal do Mercosul, Porto Alegre. 

2002 - Amílcar de Castro/ Tangências, Espaço  Santander. Porto Alegre.  

ArteCidadeZonaLeste, Santuário São José do Belém, São Paulo.

28(+) Pintura, Espaço Virgílio, São Paulo 

2003 - Aria galeria de arte, Recife.

Marcantônio Vilaça – Interfaces. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo.

2004 - Outro lugar. Espaço Virgílio, São Paulo.

Heterodoxia, Memorial da América Latina, São Paulo.

Casa: uma poética do espaço, Museu da Vale do Rio Doce, Vitória.

2005 -  Br 2005, Galeria Virgilio, São Paulo.

2006 - Ciccillo – Acervo Mac USP.

Ao mesmo tempo nosso tempo. Museu de Arte Moderna de São Paulo.            

Marco Buti, Marco Giannotti e Cássio Vasconcellos. Galeria Casa da Imagem.   Curitiba.

Paralela,  Pavilhão do Prodan/Ibirapuera, São Paulo.

Acervo do Mam na Oca, São Paulo.

2007 - Itáu Contemporâneo: Arte. Instituto Cultural Itaú, São Paulo

80/90 modernos pós-modernos etc. Instituto Tomie Othake, São Paulo

Prêmios

1986 - Aquisição, 9. Salão Nacional de Artes Plásticas

1987 - Prêmio Ivan Serpa. FUNARTE.

1988 - Aquisição, 10. Salão Nacional de Artes Plásticas.

Aquisição, 2. Salão da Bahia.

1990 - Aquisição1. Salão de Brasília.

1997 - Prêmio APCA - Pintura.   

Obras em coleções Públicas

Museu de Arte de São Paulo.

Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Fundação Armando Alvares Penteado, São Paulo.

Museu de Brasília, DF.

Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre.

Museu de Arte de Niterói (Coleção João Satamini ).

Instituto Cultural Itaú, São Paulo

registrado em: ,